IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Daimler tem 1° tri prejudicado por atraso na produção da Mercedes, desaceleração da China

26/04/2019 10h36

FRANKFURT (Reuters) - A Daimler divulgou nesta sexta-feira queda de 16 por cento no lucro operacional do primeiro trimestre, quando um ganho extraordinário de 718 milhões de euros não conseguiu compensar os custos de um atraso de produção da Mercedes-Benz e dos maiores custos de matérias-primas.

"Não podemos e não ficaremos satisfeitos com esse, já esperado, começo moderado para o ano. Agora temos que trabalhar duro para atingir nossas metas para 2019", disse o presidente-executivo, Dieter Zetsche, em um comunicado que acompanha seus últimos resultados trimestrais como chefe.

O lucros antes de juros e impostos (Ebit) caiu para 2,80 bilhões de euros, abaixo dos 2,89 bilhões esperados pelos analistas, apesar de um aumento de 718 milhões de euros resultante da fusão das divisões de serviços de mobilidade da Daimler e da BMW.

A Daimler disse que os problemas de lançamento de uma nova plataforma de veículos esportivos em sua fábrica em Tuscaloosa, Alabama, causaram atrasos na produção do modelo GLE, levando o retorno sobre as vendas dos carros Mercedes-Benz a cair para 6,1 por cento, abaixo dos 9 por cento um ano antes.

As vendas da Mercedes-Benz na China, o maior mercado automotivo do mundo, também caíram 3 por cento e as vendas em veículos compactos menores ajudaram a corroer as margens, disse a Daimler.

Ao mesmo tempo, a Daimler reduziu a perspectiva de sua divisão de vans dizendo que a margem do Ebit seria de zero a 2 por cento, em vez de 5 a 7 por cento.

"A perspectiva parece um pouco otimista, dado o fraco início do ano", disse Philippe Houchois, analista da Jefferies.

(Por Edward Taylor)

Mais Economia