Topo

Banco Pan vai lançar conta corrente gratuita

Por Carolina Mandl

2019-05-08T17:43:21

08/05/2019 17h43

Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Pan está se preparando para lançar contas correntes gratuitas para sua clientela em setembro, em um movimento que visa transformá-lo em um banco com serviço completo para pessoas de baixa renda, disse seu presidente na quarta-feira.

O lançamento ressalta a estratégia de seus acionistas controladores - o Banco BTG Pactual e a Caixa Econômica Federal - de aumentar a rentabilidade da instituição.

A movimentação do Banco Pan deverá estimular a competição entre os bancos brasileiros, num mercado altamente concentrado. Mais recentemente, porém, startups financeiras e pequenos bancos passaram a usar contas correntes gratuitas para atrair clientes e vender produtos financeiros.

Até agora, o Banco Pan vinha se concentrado em oferecer a seus clientes de baixa renda produtos como o financiamento de carros e o crédito consignado, sem serviços bancários como conta corrente e cheque especial.

"O Banco Pan tem 4 milhões de clientes, mas depois que eles quitam seus empréstimos, não retemos esses consumidores", disse o presidente Luiz Francisco de Barros Neto. "Ao oferecer contas correntes, o banco pretende manter esse cliente por um longo período e oferecer a ele outros produtos pagos."

O banco realizará um teste piloto com contas correntes para um número limitado de clientes no próximo mês e pretende oferecê-los a todos os consumidores em setembro. A meta é atingir 1 milhão de clientes até junho de 2020.

Depois de registrar prejuízos por muitos anos, o Banco Pan vem registrando lucro desde 2017. O lucro líquido do Banco Pan chegou a 96,1 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 70 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo documento divulgado na quarta-feira.

A carteira de empréstimos do banco alcançou 21,8 bilhões de reais em março, alta de 6 por cento no trimestre, superando o desempenho dos maiores bancos do país.

Saiba o que é a verticalização, que trava concorrência no setor bancário

UOL Notícias

Mais Economia