PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Preços do petróleo ficam estáveis após Rússia considerar alívio em cortes de produção

23/12/2019 19h40

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam próximos da estabilidade nesta segunda-feira, após a Rússia afirmar que um grupo de produtores liderado pela Opep pode considerar a possibilidade de reduzir os cortes de produção no próximo ano.

A afirmação compensou o apoio de algum otimismo dos investidores sobre a possibilidade de que um acordo comercial entre EUA e China poderia ser assinado em breve.

O petróleo Brent teve alta de 0,25 dólar, ou 0,4%, para 66,39 dólares, após um dia de negociação fraca antes do feriado de Natal.

Já o petróleo nos EUA encerrou a sessão com alta de 0,8 dólar, ou 0,1%, a 60,52 dólares por barril.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros países produtores líderes capitaneados pela Rússia concordaram neste mês em estender e aprofundar os cortes de produção no primeiro trimestre de 2020.

No entanto, o ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, disse nesta segunda-feira que o grupo, conhecido como Opep+, pode considerar a redução das restrições de produção em sua reunião de março.

"Podemos considerar qualquer opção, incluindo a redução gradual de cotas, incluindo a continuação do acordo", disse Novak à RBC TV da Rússia em uma entrevista gravada na semana passada, acrescentando que a produção de petróleo da Rússia deve atingir um recorde neste ano.

(Reportagem adicional de Ron Bousso em Londres e Aaron Sheldrick em Tóquio)