PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Índice do dólar cai para mínima desde julho com otimismo sobre crescimento

Por Olga Cotaga
Imagem: Por Olga Cotaga

31/12/2019 10h16

Por Olga Cotaga

LONDRES (Reuters) - O euro, a libra e um conjunto de moedas sensíveis ao comércio se valorizavam ante o dólar nesta terça-feira, com a divisa dos Estados Unidos atingindo uma mínima em seis meses conforme investidores se mostravam confiantes de que as perspectivas de crescimento global estão melhorando e de que as relações comerciais EUA-China estejam significativamente melhor.

Depois de permanecer forte por grande parte de 2019 --graças ao relativo desempenho superior da economia dos EUA e à preferência dos investidores por uma moeda de refúgio em meio à disputa comercial entre Washington e Pequim--, os ganhos do dólar no ano diminuíam em dezembro.

O sentimento no final do ano incentivou os investidores a comprar moedas ligadas ao comércio e ao crescimento global, empurrando dólar australiano, iuan chinês e coroas escandinavas para máximas de vários meses ou de várias semanas contra o dólar.

O índice do dólar caía 0,3%, para o patamar mais fraco desde 1º de julho.

O euro subia 0,3%, a 1,1230 dólar, nova máxima em quatro meses e meio. O euro recuava 2% ante o dólar no ano. A libra saltava 0,6%, para 1,3191 dólar.

No ano, o índice do dólar reduzia a alta para 0,3%.

Em relação ao iene japonês, o dólar recuava para uma mínima em quase três semanas, para 108,50 ienes.

O dólar cedia 0,4% ante o iuan chinês no mercado offshore, enquanto o dólar australiano se apreciava 0,3%, para uma máxima em cinco meses. O dólar da Nova Zelândia também bateu um pico em cinco meses.