PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Produção de petróleo e condensado da Rússia sobe para nível recorde em 2019

02/01/2020 09h00

Por Vladimir Soldatkin

MOSCOU (Reuters) - A produção de petróleo e gás condensado da Rússia atingiu um recorde de 11,25 milhões de barris por dia (bpd) em 2019, superando marca anterior de 11,16 milhões de bpd vista um ano antes, segundo dados do Ministério de Energia nesta quinta-feira.

Os números mostram que a Rússia segue aumentando sua produção de petróleo e gás condensado apesar de cortes voluntários de oferta sob um acordo global que visa impulsionar preços e do impacto de uma crise que envolveu petróleo contaminado mais cedo neste ano e restringiu a produção.

O ministério não forneceu dados separados para a produção de petróleo e de gás condensado-- o último é excluído de cotas de redução de produção negociadas em acordo entre a Rússia e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A produção de petróleo russa tem subido ao longo da década graças à entrada em operação de novos campos e à introdução de novas tecnologias em reservas maduras.

Em toneladas, a produção de petróleo e condensado russa subiu para 560,2 milhões de toneladas no ano passado, ante 555,84 milhões em 2018, com pequenos produtores aumentando sua oferta.

Segundo os dados, a produção dos pequenos produtores aumentou no ano passado quase 3%, para 83,612 milhões de toneladas, ou 1,68 milhão de bpd.

Em dezembro, a produção total de petróleo e gás condensado foi de 11,262 milhões de barris/dia, ante 11,244 milhões em novembro, segundo os dados. Em toneladas, a produção atingiu 47,629 milhões no mês passado, contra 46,019 milhões em novembro.

O ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, espera que a produção russa de petróleo e condensado fique entre 555 milhões de toneladas e 565 milhões de toneladas em 2020, ou entre 11,12 e 11,32 milhões de bpd.