PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Ações europeias se recuperam de liquidação ditada por surto de vírus

28/01/2020 14h53

Por Susan Mathew e Medha Singh

(Reuters) - Bancos e empresas de bens de luxo lideraram uma recuperação nas ações europeias nesta terça-feira, depois de crescentes preocupações com o impacto potencial sobre empresas do surto de coronavírus na China empurrarem o índice de ações da região ao pior dia em cerca de quatro meses.

Balanços positivos levaram as ações do credor Swedbank ao topo do índice STOXX 600, enquanto a Virgin Money UK se recuperou ao relatar um crescimento mais alto na carteira de crédito.

Marcando seu melhor dia em quase um mês, o índice acionário italiano —com forte peso de bancos— saltou 2,6%, liderando os pares regionais, com seu índice bancário em alta de 2,5%.

As fabricantes de artigos de luxo LVMH, Burberry, Kering e Moncler, cuja maior demanda vem da China, subiram depois de perderem mais de 3% na segunda-feira.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,84%, a 1.633 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,84%, a 418 pontos, depois de perder mais de 2% na segunda-feira e cerca de 200 bilhões de euros em capitalização de mercado.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,93%, a 7.480 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,90%, a 13.323 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,07%, a 5.925 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,61%, a 24.027 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,26%, a 9.484 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,24%, a 5.243 pontos.

Cotações