PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Linde limita perdas de mercados europeus em meio a crescentes temores de coronavírus

13/02/2020 15h35

Por Susan Mathew

(Reuters) - As ações europeias caíram marginalmente pela primeira vez em três sessões nesta quinta-feira, com o aumento de novos casos de coronavírus na China minando qualquer otimismo em relação à desaceleração da taxa de propagação na China, mas a máxima recorde da Linde após perspectivas otimistas de crescimento ajudou a conter as perdas do índice de referência.

O índice blue chip de Londres teve um desempenho significativamente inferior, com queda de 1,1%, depois que uma libra em disparada atingiu suas empresas expostas internacionalmente, enquanto a concessionária Centrica tombou 15% ao reportar uma queda de 35% no lucro de 2019.

Depois de operarem em queda mais acentuada, o índice FTSEurofirst 300 caiu 0,09%, a 1.681 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,02%, a 431 pontos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que os casos de infecções por coronavírus não estão aumentando drasticamente fora da China, acalmando alguns nervosismos.

Entre os pontos positivos estão as ações do grupo Linde, de gases industriais, que subiram 3,2% depois de a empresa dizer que pretende obter mais lucros em 2020.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,09%, a 7.452 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,03%, a 13.745 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,19%, a 6.093 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,12%, a 24.892 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,31%, a 9.909 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,32%, a 5.331 pontos.

Cotações