PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

CNT vai ao STF para derrubar normas contra coronavírus que afetam logística

26/03/2020 17h09

BRASÍLIA (Reuters) - A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) entrou nesta quinta-feira com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar normas editadas por Estados e municípios que determinaram o fechamento de fronteiras locais como forma de contenção da pandemia do novo coronavírus.

A entidade alega que medidas dessa natureza só devem ser tomadas a partir de critérios gerais definidos pelo governo federal e com base em evidências científicas.

A ação cita 10 estados e municípios que adotaram normas nesse sentido.

"Reconhecer que Estados e Municípios possam ditar regras de polícia sanitária, no âmbito da competência legislativa concorrente, não equivale a permitir a produção indiscriminada de normas que, na realidade, atingem outros Estados e Municípios contíguos, como é o caso da medida de fechamento de fronteiras e vias públicas", disse.

"Tal impacto –para além dos limites territoriais do ente federativo que decide fechar as suas fronteiras-– representa, inegavelmente, violação ao princípio da legitimidade concorrente para legislar sobre medidas sanitárias", completou.

(Por Ricardo Brito)