PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

ONS piora projeção e vê queda de 10% na carga de energia do Brasil em maio

08/05/2020 15h11

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) piorou as projeções para a carga de energia do sistema interligado do Brasil neste mês, em meio ao avanço da pandemia de coronavírus no país, e agora vê uma retração de 10% na demanda na comparação anual.

Na semana passada, o órgão do setor havia apontado expectativa de redução de 9% na carga, mas as estimativas foram revisadas para baixo em todas regiões do país, segundo boletim publicado nesta sexta-feira.

O Sudeste deve ter a maior queda na demanda, de 10,6%, contra recuo de 10,1% estimados na semana anterior, enquanto a projeção para o Sul teve o maior corte-- o ONS agora estima baixa de 7,8% na carga da região, contra redução de 4,8% prevista antes.

No Nordeste, a carga deve cair em 10,3%, quase estável frente à projeção da semana anterior (-10,2%). No Norte, o recuo estimado é de 8,4%, contra 8,1% anteriormente.

O ONS ainda apontou expectativa de que chuvas na área das hidrelétricas do Sudeste, que concentram os maiores reservatórios, devem atingir em maio 78% da média histórica para ao mês, contra 83% estimados na semana passada.

Na região Sul, que sofre uma forte seca desde meados de 2019, a projeção também foi reduzida para 13% da média histórica, contra 16% na semana anterior.

As chuvas devem ser abundantes apenas na região Norte, onde devem atingir 128% da média histórica, apontou o ONS, ainda assim reduzindo a previsão de 140% da semana anterior.

(Por Luciano Costa)

Economia