PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Em cinco dias, Brasil exporta metade do volume de soja embarcado em maio/19

11/05/2020 18h31

Por Nayara Figueiredo

SÃO PAULO (Reuters) - A média diária das exportações brasileiras de soja mais que dobrou na primeira semana de maio, ante a média do mesmo mês de 2019, e, com isso, em cinco dias úteis o país já embarcou metade do total exportado em maio do ano passado, conforme dados do governo federal divulgados nesta segunda-feira.

Na primeira semana de maio, o Brasil exportou 5,35 milhões de toneladas de soja, informou a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Em maio de 2019, com 22 dias úteis, o volume total comercializado foi de 10 milhões de toneladas.

Na variação anual, o ritmo de vendas externas passou de 455,1 mil toneladas/dia em maio de 2019 para 1,07 milhão de toneladas/dia neste mês, um salto de 135%.

Em abril, a exportação de soja do Brasil atingiu um recorde mensal de 16,3 milhões de toneladas, segundo dados da Secex, puxado pela demanda firme da China.

Os chineses estão mantendo o alto nível de aquisições do grão brasileiro, ao mesmo tempo em que ampliam as importações da oleaginosa norte-americana em cumprimento à fase 1 do acordo comercial entre China e Estados Unidos.

CARNES

Também impulsionada pela demanda chinesa, a média diária das exportações brasileiras de carne bovina saltou 90% na primeira semana de maio, em relação ao mesmo mês de 2019.

O país embarcou 10,7 mil toneladas por média diária nos cinco primeiros dias de maio, ante as 5,65 mil toneladas por média diária embarcadas um ano antes.

Com isso, as vendas externas da proteína bovina já acumulam 53,5 mil toneladas em maio de 2020. No mesmo mês do ano passado, com 22 dias úteis, os embarques totalizaram 124,3 mil toneladas.

A China voltou a intensificar compras das carnes do Brasil desde meados de março, quando a pandemia do coronavírus começou a dar sinais de controle no país.

Economia