PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

S&P 500 encerra próximo à estabilidade com investidores pesando pandemia e reabertura

11/05/2020 17h40

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 encerrou apenas em ligeira alta nesta segunda-feira, com investidores confrontando saltos em infecções por coronavírus com expectativas de que uma economia afetada pelas paralisações obrigatórias seja reaberta em breve.

As ações de tecnologia e do setor de saúde forneceram o maior impulso a todos os três principais índices de ações dos EUA e levaram o Nasdaq ao sexto avanço consecutivo.

Mas o Dow Jones --composto por blue-chips-- perdeu terreno.

Os índices S&P 500 e Dow Jones permanecem a 20% das máximas de todos os tempos, alcançadas em fevereiro, e o Nasdaq --com forte peso de empresas do segmento tecnológico-- está a 10% de seu recorde de fechamento.

De fato, apesar de recentes dados econômicos negativos, incluindo a perda de 20,2 milhões de postos de trabalho nos EUA, Wall Street tem ganhado nas últimas semanas, à medida que investidores olham para a recuperação pós-pandemia.

"Os investidores têm comprado ações, dada a expectativa realista de que um grande estímulo fiscal e monetário reacenderá o crescimento econômico e os lucros corporativos", disse David Carter, diretor de investimentos da Lenox Wealth Advisors em Nova York. "Ainda há bastante otimismo nos mercados, mas isso pode ser reprimido se os casos de coronavírus reaparecerem."

Um surto de novas infecções por coronavírus na Alemanha e na Coreia do Sul sugeriu que os primeiros esforços para suspender as paralisações podem ser prematuros.

O Dow Jones recuou 0,45%, para 24.221,99 pontos, o S&P 500 teve variação positiva de 0,01%, para 2.930,19 pontos. O Nasdaq valorizou 0,78%, para 9.192,34 pontos.