PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ibovespa futuro recua nos primeiros negócios com exterior desfavorável

14/05/2020 09h39

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro recuava nos primeiros negócios desta quinta-feira, acompanhando a queda nas bolsas no mercado externo, em meio a receios sobre os efeitos finais da pandemia de Covid-19 nas economias e reavaliação de preços de ativos.

Às 09:28, o contrato do Ibovespa com vencimento em junho cedia 1,67%, a 77.130 pontos.

Na visão do estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, os ativos de risco estão passando por mais um momento de instabilidade, movimento que ele vê como normal e até esperado, após a rápida e acentuada recuperação verificada em abril.

No mês passado, o Ibovespa acumulou valorização de 10,25%.

Kawa avalia que o mercado deve permanecer volátil, dada a incerteza em relação a retomada econômica, novos atritos entre EUA e China, dificuldade do Ocidente em reabrir em meio a um 'novo normal', entre outros fatores.

No exterior, os futuros acionários nos EUA mantinham o viés negativo nesta sessão, assim como as bolsas na Europa, com investidores preocupados com a chance de uma retração econômica por mais tempo do que o esperado.

A equipe da Guide Investimentos observa que investidores continuam reavaliando o nível de preços alcançado após recuperação de abril contra os riscos presentes no cenário econômico.

No Brasil, eles acrescentam que as atenções continuam voltadas para a política, com destaque para uma esperada divulgação do vídeo da reunião ministerial e medidas com efeito fiscal.