PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall St tem forte alta com esperança de recuperação se sobrepondo a receios sobre pandemia

14/05/2020 17h19

Por Stephen Culp

(Reuters) - Wall Street avançou nesta quinta-feira, com investidores avaliando a perspectiva de recuperação econômica ante comentários bélicos do presidente Donald Trump sobre as relações comerciais entre Estados Unidos e China e graves alertas sobre a resposta dos EUA à pandemia do coronavírus.

Embora todos os três principais índices acionários norte-americanos tenham encerrado a sessão no azul, eles mostraram volatilidade durante boa parte do dia, com a reabertura das economias estaduais e a possibilidade de estímulos adicionais se contrapondo a temores da retomada de uma guerra comercial e a dados econômicos sombrios.

"Este mercado é uma batalha ao longo de passagens do tempo", disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos do Inverness Counsel, em Nova York. "Aqueles que elevam o mercado acreditam que vamos obter uma vacina em um período de tempo razoável, que a economia não vai desmoronar totalmente, que o desemprego não vai aumentar consideravelmente."

"Nos dias em que (o mercado está) pressionado, os pessimistas tomam a dianteira. Quando (o mercado) recupera, os investidores mais otimistas veem uma oportunidade", acrescentou Ghriskey.

A Suprema Corte de Wisconsin suspendeu decreto do governo estadual que prolongaria o isolamento social para conter a propagação do vírus, alimentando esperanças de que as restrições impostas possam ser afrouxadas mais cedo ou mais tarde.

Comentários de Trump na quarta-feira culparam a China pelo surto de coronavírus e reviveram temores da guerra comercial, com as paralisações impostas continuando a prejudicar a economia..

Esse dano ficou evidente em um relatório do Departamento de Trabalho dos EUA, que mostrou pouco menos de 3 milhões de novos pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, elevando a contagem em sete semanas para mais de 36 milhões de requisições.

O Dow Jones subiu 1,62%, terminando em 23.625,34 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 1,15%, para 2.852,5 pontos. O Nasdaq avançou 0,91%, para 8.943,72 pontos.