PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Kudlow diz que Trump está tão "irritado" com China que acordo comercial agora é menos importante

26/05/2020 13h24

WASHINGTON (Reuters) - O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse nesta terça-feira que o presidente norte-americano, Donald Trump, está tão "irritado" com Pequim devido ao novo coronavírus e outros assuntos que o acordo comercial entre os Estados Unidos e a China não é mais tão importante para ele como antes.

Falando ao canal Fox News, Kudlow também considerou as ações de Pequim em Hong Kong muito perturbadoras.

Ele disse que a fase 1 do acordo comercial EUA-China, alcançada em janeiro, estava preservada no momento, mas que o governo Trump observa se Pequim cumpre com os compromissos que assumiu.

Perdendo a paciência com o fracasso de Hong Kong em adotar, por si própria, a legislação de segurança nacional, a China anunciou na quinta-feira que iria promulgar diretamente leis para combater a secessão, subversão, terrorismo e interferência estrangeira na cidade.

"Acho que a China está cometendo um grande erro, francamente", disse Kudlow à Fox Business Network em uma entrevista subsequente.

Ele disse que o governo Trump iria dar as boas-vindas a qualquer empresa norte-americana em Hong Kong ou na China continental que queira retornar para os EUA. "Faremos o que pudermos para pagar todas as despesas e pagar os custos de mudança se eles retornarem suas cadeias de suprimentos e sua produção para os Estados Unidos", disse Kudlow.

(Por Tim Ahmann, Lisa Lambert e Daphne Psaledakis)

Economia