PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Vendas de moradias usadas nos EUA despencam a mínima em 9 anos e meio em maio

22/06/2020 11h46

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - As vendas de moradias nos Estados Unidos caíram para o nível mais baixo em mais de nove anos e meio em maio, endossando expectativas de forte contração da atividade no mercado imobiliário no segundo trimestre devido à pandemia de Covid-19.

O relatório da Associação Nacional de Corretores de Imóveis divulgado nesta segunda-feira também mostrou o menor aumento anual dos preços das residências em mais de oito anos. A queda nas vendas de imóveis usados refletiu fechamentos de contratos assinados em março e abril, quando quase todo o país estava sob isolamento para retardar a propagação da doença respiratória.

Com os pedidos de empréstimos à habitação saltando à máxima em 11 anos nas últimas semanas, em meio a baixas taxas de hipotecas, maio foi provavelmente o pior momento do mercado de moradias usadas. Dados da semana passada mostraram forte recuperação nas licenças para construção em maio.

"As vendas de residências podem aumentar com a demanda reprimida após o desligamento da economia a partir de março, mas a escala massiva de perdas de empregos e consumidores cautelosos reconstruindo suas poupanças podem limitar o volume de vendas do estoque de imóveis", disse Chris Rupkey, economista-chefe no MUFG em Nova York.

As vendas de imóveis usados caíram 9,7%, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 3,91 milhões de unidades no mês passado, nível mais baixo desde outubro de 2010. Foi a terceira queda mensal consecutiva nas revendas de imóveis. Economistas consultados pela Reuters esperavam recuo de 3%, para uma taxa de 4,12 milhões de unidades em maio.

As vendas de moradias usadas, que representam cerca de 90 por cento das vendas de residências nos EUA, caíram 26,6% em maio sobre um ano antes, maior declínio nessa base de comparação desde 1982.

Havia 1,55 milhão de casas usadas no mercado em maio, queda de 18,8% em relação a um ano antes.

Com as vendas fracas, o preço médio da habitação usada subiu 2,3% em relação a um ano antes, para 284.600 dólares em maio. Esse foi o menor ganho desde fevereiro de 2012. Embora os preços das casas unifamiliares tenham aumentado, o preço médio de unidades que integram condomínios caiu.