PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Produção de minério de ferro do BHP sobe 7,2% em seu 1º tri; sinaliza queda

Visão aérea da mina de minério de ferro de Carajás no Pará - Lunae Parracho
Visão aérea da mina de minério de ferro de Carajás no Pará Imagem: Lunae Parracho

20/10/2020 09h44

A produção de minério de ferro do BHP Group Ltd aumentou 7,2% em seu primeiro trimestre, ligeiramente acima das expectativas, apoiada pela demanda estável da China, maior consumidora mundial do ingrediente de fabricação de aço, informou a companhia nesta terça-feira.

Enquanto o mundo luta contra as consequências da pandemia da covid-19, as principais mineradoras esperam que as medidas de estímulo intensivas de Pequim em commodities proporcionem uma recuperação econômica para a China.

A maior mineradora listada do mundo produziu 74 milhões de toneladas (Mt) de minério de ferro na Austrália Ocidental nos três meses encerrados em 30 de setembro, ante 69 Mt um ano antes e um pouco acima da estimativa do UBS de 73,5 Mt.

A BHP disse, no entanto, que a produção de minério de ferro do trimestre de dezembro será afetada pelas obras de ligação de sua Área de Mineração C e projetos de Flanco Sul no oeste da Austrália. Sua previsão para o ano inteiro, de 276 milhões - 286 milhões de toneladas, foi mantida inalterada.

"Os projetos da BHP estão no caminho certo e a empresa está garantindo opções de crescimento em cobre e níquel. Sem grandes surpresas neste relatório. Reitere a compra", disse a corretora Jefferies em nota.

A produção de carvão metalúrgico da empresa aumentou 5%, para 10 Mt, enquanto a produção de carvão para energia caiu 17%. A mineradora disse que está "monitorando quaisquer impactos potenciais das restrições às importações de carvão na China".

Na semana passada, a Rio Tinto alertou que o ressurgimento de casos de coronavírus estava colocando em risco o crescimento econômico global e que a produção de aço fora da China caiu drasticamente.