PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Estamos examinando toda a pauta de alimentação para eliminar impostos de importação, diz Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília -
Ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília

Por Marcela Ayres

12/11/2020 11h24Atualizada em 12/11/2020 14h07

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje que o governo está examinando toda a pauta de alimentação para eliminar impostos de importação em meio à alta dos alimentos, a exemplo do que foi feito com o arroz.

"Nós vamos continuar com os impostos reduzidos porque o nosso objetivo era justamente reduzir as tarifas e ir abrindo a economia brasileira", afirmou ele, ao participar de evento online promovido pela Abras, associação de supermercados.

Ele também voltou a avaliar que a inflação é temporária. Segundo o ministro, quando houver o fim do auxílio emergencial, a alta transitória de preços setoriais impulsionados pela concessão do benefício, como de alimentos e materiais de construção, "deve se acalmar".

PIB de 4% em 2021

Guedes estimou também que o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro pode subir até 4% no ano que vem, e voltou a avaliar que a retomada pós-crise está surpreendendo-o, citando arrecadação "extraordinária" neste mês.

"Brasil deve voltar a ter crescimento para 3%, 3,5%, pode chegar a 4% ano que vem", afirmou ele, ao participar de evento online promovido pela Abras, associação de supermercados.

No Boletim Focus mais recente, feito pelo Banco Central junto a uma centena de economistas, a perspectiva é de alta de 3,31% do PIB no ano que vem. Oficialmente, o Ministério da Economia prevê avanço de 3,2% para a atividade econômica em 2021.