PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Ibovespa fecha em queda, mas tem maior série de ganhos semanais desde 2017

18/12/2020 18h08

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira, abaixo dos 118 mil pontos, sem conseguir sustentar o fôlego que o fez encostar na máxima histórica intradia no melhor momento do pregão, reflexo de realização de lucros e fraqueza em Wall St.

Ainda assim, assegurou a maior sequência de ganhos semanais desde 2017 e agora acumula uma alta de mais de 90% desde as mínimas do ano, com a forte entrada de capital externo coibindo uma correção mais acentuada.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,34%, a 117.995,58 pontos, segundo dados preliminares, após chegar a 119.370,4 pontos na máxima do dia, perto do recorde intradia de janeiro, de 119.593,10 pontos.

Na semana, subiu 2,5%, maior série semanal desde a sequência de oito semanas fechando no azul encerrada em 15 de setembro de 2017. Com tal performance, o Ibovespa agora acumula alta de 8,36% em dezembro e acréscimo de 2,03% no ano.

O volume negociado no pregão nesta sexta-feira somava 26,35 bilhões de reais, em sessão também marcada pela disputa nos contratos de opções sobre ações, que vencem na segunda-feira.

O pregão brasileiro sentiu a piora das bolsas nos Estados Unidos, onde os mercados voltaram a fechar sem avanços efetivos na direção de um novo pacote de estímulo econômico, embora as sinalizações continuem no sentido de um desfecho positivo.

Na B3, Gol PN caiu 4,35%, pior desempenho do Ibovespa, com novas medidas de restrição na esteira do aumento de casos de coronavírus abrindo espaço para correção, após forte valorização recente. AZUL PN cedeu 2,4%.

Usiminas PNA avançou 5,4%, destaque positivo como todo o setor de siderurgia e mineração, dado o ambiente favorável de demanda e preços no exterior e no Brasil. Vale subiu 0,95% e renovou máximas históricas.

(Por Paula Arend Laier)