PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Casa Branca diz que acordo comercial EUA-China está entre questões analisadas em ampla revisão

29/01/2021 14h24

Por Steve Holland e Andrea Shalal

WASHINGTON (Reuters) - O governo dos Estados Unidos analisará todas as medidas de segurança nacional postas em prática pelo ex-presidente Donald Trump, incluindo a Fase 1 do acordo comercial EUA-China, assinada em janeiro de 2020, disse nesta sexta-feira a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.

"Tudo o que o governo anterior implementou está sob revisão, no que se refere à nossa abordagem de segurança nacional, então eu não presumiria que as coisas estão avançando", disse Psaki em um briefing na Casa Branca, quando questionada se o presidente Joe Biden via o acordo como ainda em vigor.

Ela disse que o governo Biden está focado em abordar a relação EUA-China "de uma posição de força, e isso significa coordenar e comunicar-se com nossos aliados e parceiros sobre como vamos trabalhar com a China".

Trump assinou a Fase 1 do acordo comercial com o presidente chinês Xi Jinping em janeiro de 2020, aliviando uma disputa comercial de quase 18 meses em que mercadorias de ambos os lados no valor de centenas de bilhões de dólares foram atingidas por tarifas retaliatórias, desacelerando o comércio entre as duas maiores economias do mundo.

Sob o acordo, Pequim prometeu aumentar as compras de produtos agrícolas e manufaturados, energia e serviços dos Estados Unidos em 200 bilhões de dólares acima dos níveis de 2017 em dois anos. Mas suas compras ficaram muito aquém da meta em 2020.

Nenhum comentário foi imediatamente disponibilizado pela Casa Branca sobre se o governo Biden estava considerando ativamente a retirada do acordo comercial.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse a parlamentares antes de sua confirmação que o governo Biden conduziria uma revisão abrangente da implementação do acordo comercial pela China e disse que Washington trabalharia mais estreitamente com aliados para lidar com as práticas "abusivas" da segunda maior economia do mundo.