PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Rio estima vacinar toda população acima de 60 anos até 22 de abril, diz Paes

26/03/2021 13h16

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A prefeitura do Rio de Janeiro estima vacinar contra Covid-19 todos os moradores da cidade com pelo 60 anos até 22 de abril, disse nesta sexta-feira o prefeito Eduardo Paes, que negocia uma possível ajuda das Forças Armadas na campanha de imunização.

Segundo Paes, será "um alívio" para a população carioca ter todas as pessoas com mais de 60 anos vacinas, o que permitirá afrouxar as medidas de restrição impostas para conter a disseminação do coronavírus.

“Com isso, a gente pode afrouxar e flexibilizar muito", afirmou o prefeito a jornalistas. "Apesar da demora, agora a coisa engatou".

O otimismo do prefeito se deve ao aumento da escala de produção de vacinas em pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Butantan.

A cidade do Rio já vacinou quase 600 mil pessoas, o equivalente a pouco mais de 8% da população da cidade.

O prefeito disse que está em contato com as Forças Armadas para pedir ajuda com instalações e recursos humanos na expansão da campanha de vacinação, uma vez que quanto menor a idade mais pessoas serão vacinadas ao mesmo tempo.

Com o ritmo de vacinação ainda lento, o Rio tem sofrido com elevados números de casos e de mortes por Covid-19, como o restante do país, que enfrenta seu pior momento desde o início da pandemia.

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Rio está perto do limite, e a fila de espera Estado já tem quase 900 pessoas, de acordo com dados do governo estadual.

Nesta sexta-feira começou no Estado um recesso de 10 dias, com a antecipação de feriados, para tentar segurar as pessoas em casa e evitar um alastramento da doença.

“Hoje ainda vimos um movimento grande nas ruas. Por favor colaborem, as medidas são para salvar vidas. Hoje de cada 10 pacientes em UTI, 4 morrem”, disse o prefeito.

O Estado tem mais de 35.500 mortos e mais de 630 mil casos de Covid-19.