PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Impulsionado pelo preço do cobre e vacinação, Chile vê crescimento do PIB em 7,5% em 2021

12 fev. 2021 - Presidente do Chile, Sebastian Piñera recebe a primeira dose da CoronaVac - Marcelo Segura/Presidência do Chile/AFP
12 fev. 2021 - Presidente do Chile, Sebastian Piñera recebe a primeira dose da CoronaVac Imagem: Marcelo Segura/Presidência do Chile/AFP

Fabian Cambero

12/07/2021 15h18Atualizada em 12/07/2021 15h52

O governo do Chile revisou para cima nesta segunda-feira sua projeção de crescimento econômico de 2021 para 7,5% em 2021, ante os 6% esperados anteriormente.

A inflação atingirá 3,7% em 2021, ante uma estimativa anterior de 3,4%, informou o escritório de orçamento em um relatório trimestral. O preço médio do cobre, motor crucial da economia chilena, deve ficar em 4,11 dólares por libra em 2021, em comparação com a previsão anterior de 3,99 dólares.

Para 2022, o departamento de orçamento prevê um crescimento da economia de 2,9%, ante uma estimativa anterior de 3,5%.

A demanda doméstica por bens e serviços deve aumentar 12,6% em comparação com o aumento de 10,7% previsto anteriormente. A projeção para o peso ficou em 712 por dólar em 2021, ante uma estimativa anterior de 699 por dólar. A moeda norte-americana atualmente equivale a cerca de 743 pesos.

As previsões animadoras vêm no momento em que o Chile lança uma das campanhas de vacinação contra a covid-19 mais rápidas do mundo, com 59% de sua população total agora completamente vacinada.

A vacinação tem sido acompanhada de uma queda nas infecções nas últimas semanas, levando o governo a flexibilizar as restrições.