PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ações europeias fecham sessão em baixa, mas têm primeiro ganho semanal do ano

11/02/2022 14h47

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick

(Reuters) - Perdas nos papéis de tecnologia arrastaram para baixo as ações europeias nesta sexta-feira, depois que a alta inflação nos Estados Unidos elevou os rendimentos dos títulos, embora uma temporada de balanços positiva e fortes preços das commodities tenham ajudado o STOXX 600 a registrar seu primeiro ganho semanal deste ano.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,59%, a 469,57 pontos, mas teve alta de 1,6% em relação ao encerramento da última sexta-feira, o melhor desempenho semanal desde o final de dezembro.

Os papéis de tecnologia cederam 2,2%, a maior queda entre seus pares nesta sexta-feira. O setor, assim como os serviços públicos, teve um dos piores desempenhos nesta semana, pressionado pelos elevados retornos da dívida.

Os yields dos títulos dispararam depois de dados mostrarem que a inflação dos EUA saltou em janeiro, enquanto comentários "hawkish" (duros no combate à alta dos preços) de autoridades do banco central norte-americano também aumentaram as expectativas de uma elevação acentuada dos juros em março.

Os rendimentos dos títulos europeus recuaram após fortes ganhos na quinta-feira. A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, disse que aumentar a principal taxa de juros do BCE agora não reduziria a inflação recorde na zona do euro e apenas prejudicaria a economia.

As ações de viagens e lazer tiveram o melhor desempenho nesta semana, com alta de 7,4%, devido ao otimismo sobre a flexibilização da obrigatoriedade do uso de máscaras em alguns Estados norte-americanos.

As ações de gigantes da mineração também ficaram entre os melhores desempenhos desta semana, depois que expectativas de melhora da demanda na China elevaram os preços das commodities.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,15%, a 7.661,02 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,42%, a 15.425,12 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,27%, a 7.011,60 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,82%, a 26.966,10 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,99%, a 8.798,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,43%, a 5.590,86 pontos.