PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Rússia promove alta acentuada de 9,5% nas taxas de juros em meio à tensão com Ucrânia

Foto da bandeira da Rússia tirada em Moscou - Christophe Coat/EyeEm/Getty Images
Foto da bandeira da Rússia tirada em Moscou Imagem: Christophe Coat/EyeEm/Getty Images

Da Reuters

11/02/2022 08h32Atualizada em 11/02/2022 08h47

O banco central da Rússia elevou sua taxa básica de juros para 9,5% ao ano nesta sexta-feira, aumentando o custo dos empréstimos em 1 ponto percentual pela segunda vez consecutiva, e disse que uma nova elevação é possível.

A decisão veio em linha com uma pesquisa da Reuters com analistas, que previam o forte aumento devido ao patamar da inflação, que ronda uma máxima em seis anos, e à fraqueza do rublo em meio à crise da Ucrânia.

"Se a situação se desenvolver de acordo com a previsão base, o Banco da Rússia mantém aberta a perspectiva de novo aumento da taxa básica em suas próximas reuniões", disse o banco central em comunicado.

O rublo caía ligeiramente, a 75,05 por dólar, afastando-se dos níveis próximos de 75,0 vistos pouco antes do aumento de juros, que levou a taxa básica ao patamar mais alto desde março de 2017.

O banco central elevou a taxa básica de juros sete vezes em 2021, ante uma mínima recorde de 4,25%, mas o aperto monetário não conseguiu conter a inflação. A meta para a taxa de crescimento dos preços do banco central russo é de 4%.

A inflação anual na Rússia estava em cerca de 8,8% em 4 de fevereiro.