PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Bullard diz que credibilidade do Fed está em jogo na luta contra inflação

14/02/2022 11h18

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, reiterou nesta segunda-feira a defesa de um ritmo mais rápido de aumentos de juros pelo banco central dos Estados Unidos, dizendo que quatro fortes leituras de inflação seguidas justificam tais medidas e que o Fed precisa "ratificar" as expectativas do mercado para seus próximos movimentos.

Bullard, que ajudou a moldar essas expectativas para os juros com um apelo na semana passada por um aumento de 0,50 ponto percentual nos juros na reunião de março do Fed, disse à CNBC que a "credibilidade do Fed está em jogo" em sua busca para reduzir a inflação ante os patamares atuais de mais de 7%, taxa mais alta em 40 anos.

"Foi realmente outubro, novembro, dezembro e janeiro que puseram em xeque qualquer ideia de que essa inflação iria naturalmente moderar em qualquer período de tempo razoável sem que o Fed tomasse uma atitude", disse Bullard.

Ele sente que a resposta do Fed deve envolver 1 ponto percentual completo de aumentos nos juros ao longo das três reuniões do Fed entre agora e 1º de julho, um pouco mais rápido do que ele havia sugerido antes.

Isso implica pelo menos um aumento de 0,5 ponto percentual em uma dessas reuniões, em vez dos aumentos de 0,25 ponto que o Fed tem usado nos últimos anos.

Nenhum dos diretores do Fed nem o chair do banco central, Jerome Powell, falaram publicamente sobre acelerar os aumentos de juros desde a última reunião do banco central, em janeiro.

Bullard disse que deixaria para Powell a tarefa de definir o momento dos próximos aumentos nos custos dos empréstimos. Mas ele também disse que o Fed neste momento precisa "seguir com" o que os mercados antecipam e, de fato, estabelecer as condições financeiras mais apertadas já indicadas pelo aumento dos rendimentos dos Treasuries de dois anos.

(Por Howard Schneider)