PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

FMI pede que BC britânico seja claro sobre planos de estímulo

23/02/2022 08h51

Por Andy Bruce

LONDRES (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional disse ao banco central britânico nesta quarta-feira que ele deve ser claro sobre seus planos de retirar o estímulo à economia, após as comunicações da autoridade monetária terem sido alvo de críticas nos últimos meses.

Embora os diretores do FMI tenham apoiado a decisão do Banco da Inglaterra de aumentar os juros em dezembro e fevereiro e começar a encerrar seu programa de flexibilização quantitativa de 895 bilhões de libras (1,22 trilhão de dólares), eles deram alguns conselhos de comunicação para a instituição.

"Eles enfatizaram que a previsibilidade e as comunicações claras sobre a orientação futura melhorariam a eficácia da política monetária", disseram os diretores do FMI em relatório.

O conselho vem depois de alguns investidores e economistas acusarem o Banco da Inglaterra de emitir mensagens confusas, após a autoridade monetária pegar o mercado --que esperava um aumento de juros em novembro-- de surpresa ao manter as taxas de empréstimo e depois aumentar os juros em dezembro.

O FMI observou que as ações do banco central causaram "turbulência nos mercados e algumas surpresas".