PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Bolsonaro diz que STF tem uma maioria que não age corretamente

11.abr.2022 - O presidente Jair Bolsonaro, em entrevista ao podcast Irmãos Dias - Reprodução/Youtube/Irmãos Dias Podcast
11.abr.2022 - O presidente Jair Bolsonaro, em entrevista ao podcast Irmãos Dias Imagem: Reprodução/Youtube/Irmãos Dias Podcast

Ricardo Brito

13/04/2022 18h34Atualizada em 13/04/2022 18h46

Em novo ataque à cúpula do Poder Judiciário, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que, na avaliação dele, há uma maioria no Supremo Tribunal Federal que não age corretamente.

A declaração em uma entrevista gravada, divulgada nesta quarta-feira, foi dada quando Bolsonaro comentava a reversão das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Lamentavelmente, não quero generalizar, mas dentro do Supremo Tribunal Federal tem uma maioria que não age corretamente, até mesmo com o fato de votar, fazer com que as condenações do Lula fossem revertidas", disse ele, ressaltando que "não foi inocentar".

Bolsonaro disse que "não tem cabimento" o argumento usado pelo ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no Supremo, para anular as condenações de Lula. O entendimento de Fachin, confirmado pelo plenário do STF, foi o de que o ex-presidente não poderia ter sido processado por uma Vara Federal em Curitiba, mas em Brasília ou São Paulo.

Procurada, a assessoria de imprensa do Supremo informou que não vai fazer comentários às declarações de Bolsonaro.

Lula vem liderando as pesquisas de intenção de voto na corrida presidencial em outubro.

Nos últimos meses, Bolsonaro voltou a elevar ataques contra ministros do STF e do Tribunal Superior Eleitoral, além de questionar a integridade do sistema eletrônico de votação.