IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Ações de China e Hong Kong caem com tensões na Ucrânia e temores de juros altos

22/02/2023 09h44

Por Summer Zhen e Chi Xue

HONG KONG (Reuters) - As ações da China e de Hong Kong fecharam em baixa nesta quarta-feira, com as tensões geopolíticas antes do primeiro aniversário da invasão da Ucrânia pela Rússia e as vendas de Wall Street arrastando os mercados durante a noite.

O índice chinês CSI300 caiu 0,90%, enquanto o índice de Xangai recuou 0,47%.

O índice Hang Seng caiu 0,51%, enquanto o Hang Seng China Enterprises Index despencou 1,33%.

Os mercados de ações asiáticos de forma ampla seguiram Wall Street para o vermelho, uma vez que a força surpreendente em pesquisas globais de serviços alimentou temores de que os bancos centrais terão que aumentar ainda mais os juros.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o presidente russo, Vladimir Putin, têm se confrontado verbalmente, apresentando visões totalmente diferentes do mundo e da guerra na Ucrânia, com Biden prometendo defender as democracias e Putin afirmando que o Ocidente é uma ameaça à Rússia. 

O principal diplomata da China disse a um dos aliados mais próximos de Putin na terça-feira que o relacionamento de Pequim com Moscou é "sólido como uma rocha". O líder chinês Xi Jinping está se preparando para visitar Moscou para uma cúpula com Putin nos próximos meses, informou o Wall Street Journal.

Ações de telecomunicações perderam impulso, caindo 2,3% para liderar o declínio no dia, enquanto ações de veículos de energia renovável caíram 1%.

Gigantes da tecnologia listados em Hong Kong estenderam sua fraqueza para fechar em baixa de 1,4%.