IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Biden nomeia ex-CEO da MasterCard, Ajay Banga, para chefiar o Banco Mundial

23/02/2023 16h35

Por Andrea Shalal e Valerie Volcovici e David Lawder

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nomeou nesta quinta-feira o ex-CEO da Mastercard, Ajay Banga, para se tornar presidente do Banco Mundial, elogiando sua experiência empresarial em seu país natal, Índia, e seu compromisso em mobilizar fundos privados para expandir a inclusão financeira e ajudar os países em desenvolvimento a lidar com as mudanças climáticas. O Banco Mundial disse na quarta-feira que espera selecionar um novo presidente até o início de maio para substituir David Malpass, que anunciou sua renúncia na semana passada após meses de controvérsia sobre suas opiniões sobre a mudança climática e pressão da secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, para que ele adote reformas "mais ousadas e mais imaginativas". Scott Morris, membro sênior do Centro de Desenvolvimento Global e ex-autoridade do Tesouro dos EUA, disse: "Acho que a velocidade da nomeação, menos de 48 horas depois que o conselho do Banco Mundial lançou o processo, reflete o desejo de desencorajar quaisquer adversários e encerrá-lo rapidamente." A nomeação de Banga, de 63 anos, agora cidadão dos EUA, por Biden, praticamente garante que ele assumirá um cargo que supervisiona bilhões de dólares em financiamento --os EUA são acionistas de grande peso na instituição e desde a Segunda Guerra tradicionalmente nomeiam quem a lidera.

Se confirmada, a escolha coloca alguém com laços estreitos com mercados emergentes no comando do banco enquanto a instituição corre para melhor ajudar os países em desenvolvimento a enfrentar as mudanças climáticas e outros desafios prementes. “Ajay está equipado de forma única para liderar o Banco Mundial neste momento crítico da história”, disse Biden em um comunicado. “Criado na Índia, Ajay tem uma perspectiva única sobre as oportunidades e desafios enfrentados pelos países em desenvolvimento e como o Banco Mundial pode cumprir sua ambiciosa agenda para reduzir a pobreza e expandir a prosperidade”. Biden destacou as décadas de experiência de Banga na construção de empresas globais e parcerias público-privadas para enfrentar desafios urgentes, como a mudança climática, e disse que o nomeado tem um histórico comprovado de trabalho com líderes globais. Banga, nascido em uma família sikh na Índia, é vice-presidente da General Atlantic, uma empresa de private equity dos EUA que, segundo autoridades do governo, investiu mais de 800 milhões de dólares em soluções de carregamento de veículos elétricos, energia solar e agricultura sustentável. Ele também atua como presidente honorário da Câmara de Comércio Internacional. Ele se aposentou em dezembro de 2021 após 12 anos à frente da Mastercard, onde ajudou 500 milhões de pessoas sem banco a ingressar na economia digital, evitou demissões de 19.000 funcionários do banco durante a pandemia de Covid-19 e liderou a atuação em relação a clima, gênero e agricultura sustentável.

((Tradução Redação Brasília)) REUTERS VB