IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Argentina negocia com FMI aliviar objetivos de reservas em meio à seca, dizem fontes

25/02/2023 14h13

Por Jorgelina do Rosario e Jorge Otaola

LONDRES/BUENOS AIRES (Reuters) - O governo da Argentina está em negociações finais com o Fundo Monetário Internacional para aliviar os objetivos de reservas de moedas estrangeiras para 2023, sob o programa de 44 bilhões de dólares do país, afirmaram duas fontes próximas ao assunto à Reuters.

A medida chega no momento em que a exportadora sul-americana de commodities passa por sua pior seca em 60 anos, que afetou as safras de soja, milho e trigo e comprometeu reservas de moedas estrangeiras que já estavam fracas.

As discussões incluem o impacto da seca aos objetivos de reservas líquidas para 2023, disse um assessor do Ministério da Economia da Argentina, que pediu para não ser identificado porque as conversas estão em andamento.

As discussões agora estão focadas em chegar a um acordo sobre os números exatos, disse uma das fontes. Uma fonte do governo argentino, que pediu para não ser identificada porque as conversas são privadas, afirmou que as negociações estão em andamento, mas nada está definido ainda.

Autoridades do Ministério da Economia não quiseram comentar.

Um porta-voz do FMI disse que funcionários do Fundo e autoridades da Argentina estão discutindo a quarta revisão do programa e comunicará o resultado dessas discussões no momento certo.

(Reportagem adicional de Adam Jourdan)