IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Alemanha prevê que irá evitar recessão, dizem fontes

04/04/2023 08h26

Por Rene Wagner e Christian Kraemer

BERLIM (Reuters) - A Alemanha deve escapar por pouco de uma recessão e registrar crescimento modesto no primeiro trimestre do ano, de acordo com as previsões dos principais institutos econômicos vistas pela Reuters nesta terça-feira.

As chamadas Previsões Econômicas Conjuntas, que serão apresentadas em Berlim na quarta-feira, preveem expansão de 0,1% do Produto Interno Bruto no primeiro trimestre. Isso segue uma contração de 0,4% no quarto trimestre de 2022.

Uma recessão é comumente definida por dois trimestres sucessivos de contração.

Os cinco institutos econômicos que preparam as Previsões Econômicas Conjuntas preveem um crescimento do PIB da Alemanha de 0,3% para 2023, ante uma contração prevista de 0,4% no outono (no Hemisfério Norte), disseram à Reuters duas fontes familiarizadas com os dados.

Para 2024, os institutos - quatro alemães e um austríaco - projetam crescimento do PIB de 1,5%, abaixo do 1,9% anterior.

Em seu relatório econômico anual publicado em janeiro, o governo alemão previu um crescimento de 0,2% para 2023. O Ministério da Economia atualizará suas previsões incorporando os resultados das Previsões Econômicas Conjuntas na primavera (no Hemisfério Norte).

Os institutos econômicos preveem uma inflação de 6,0% em 2023, antes de uma desaceleração para 2,4% em 2024.

As Previsões Econômicas Conjuntas são preparadas pelo Instituto Ifo, pelo Instituto Halle de Pesquisa Econômica, pelo Instituto Kiel para a Economia Mundial, pelo RWI – Instituto Leibniz de Pesquisa Econômica e pelo Instituto Austríaco de Pesquisa Econômica.

(Reportagem de Rene Wagner e Christian Kraemer)