IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Dólar tem leve queda frente ao real em linha com exterior e à espera de novas falas de Haddad

04/04/2023 09h11

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar alternava estabilidade e leve queda frente ao real nesta terça-feira, acompanhando a fraqueza externa da divisa norte-americana, enquanto investidores aguardam novas falas do ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Às 9:46 (horário de Brasília), o dólar à vista recuava 0,07%, a 5,0671 reais na venda.

Na B3, às 9:46 (horário de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,04%, a 5,0870 reais.

Essa queda estava em linha com a leve desvalorização do índice do dólar contra uma cesta de pares fortes nesta manhã, com pares emergentes do real alternando estabilidade e perdas marginais.

Segundo Guilherme Esquelbek, da Correparti Corretora, investidores estão "deixando um pouco de lado as preocupações sobre os efeitos inflacionários de um corte inesperado na produção de petróleo da Opep", o que sustentava o apetite global por risco.

Enquanto isso, investidores devem ficar atentos nesta terça-feira à participação do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em evento que também terá falas do secretário de Reforma Tributária da pasta, Bernard Appy, e de um diretor do Banco Central.

Haddad faz participação virtual a partir das 17h no evento Brazil Investment Forum do Bradesco BBI, e investidores devem buscar mais sinalizações do ministro sobre os detalhes da recém-apresentada proposta de arcabouço fiscal.

"Depois da apresentação do arcabouço, que ficou muito aberta, até pela fala de que não vão aumentar impostos e vão arrecadar, 'como?' ainda é a grande pergunta do mercado", disse Fabrizio Velloni, economista-chefe da Frente Corretora.

Segundo ele, a tendência para os próximos dias --que não trarão grandes catalisadores até a sexta-feira, quando será divulgado um relatório de emprego norte-americano-- é o dolar oscilar numa faixa entre 5,04 e 5,08 reais.

Os mercados financeiros estarão fechados no dia 7 de abril devido ao feriado de Sexta-Feira Santa.