IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Eletrobras fecha acordo para aumentar participação no linhão Manaus-Boa Vista

04/04/2023 08h07

SÃO PAULO (Reuters) - A Eletrobras fechou acordo com a Alupar para aumentar progressivamente sua fatia no projeto do linhão de transmissão Manaus-Boa Vista nos próximos anos, podendo inclusive comprar o empreendimento após sua entrada em operação.

Os termos fazem parte do acordo de acionistas da Transnorte Energia, sociedade de propósito específico (SPE) responsável pelo linhão, assinado entre Eletrobras e a Alupar na segunda-feira. Atualmente, a Alupar é sócia majoritária do empreendimento, com 51%, enquanto a Eletrobras detém os 49% restantes através de sua subsidiária Eletronorte.

"A operação acima mencionada representa uma das iniciativas estratégicas vinculadas ao Plano Diretor de Negócios e Gestão ("PDNG") de consolidar a liderança em G&T (geração e transmissão), por meio da expansão da transmissão com foco na criação de valor", disse a Eletrobras, em comunicado na noite de segunda-feira.

Leilado em 2011, o linhão foi pensado para conectar Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN) --o Estado é o único a ainda estar isolado, não conseguindo receber de energia gerada em outras regiões. Com isso, o atendimento à população depende da produção local em usinas termelétricas caras e poluentes.

Mesmo possuindo licença para instalação, o empreendimento enfrentou várias dificuldades para sair do papel, associadas principalmente aos impactos à comunidade indígena Waimiri Atroari, cujas terras serão atravessadas pelo linhão. No ano passado, foi homologado um acordo judicial para encerrar ações que impediam o início das obras.

Segundo as sócias no projeto, a formalização do acordo de acionistas representa um consenso quanto aos termos que disciplinam e delimitam diretrizes, direitos e obrigações perante a concessionária, bem como demonstra o compromisso das empresas em dar continuidade a esta obra "estrutural e de relevância ao país".

(Por Letícia Fucuchima)