IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Comitê da Petrobras vê impedimentos para Efrain Cruz assumir como conselheiro, dizem fontes

06/04/2023 18h17

Por Marta Nogueira e Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Comitê de Pessoas da Petrobras (Cope) apontou impedimentos para que o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Efrain Cruz, assuma uma cadeira no Conselho de Administração da petroleira, para a qual foi indicado pela União, disseram à Reuters três fontes com conhecimento do assunto.

A posição do Cope sobre Cruz já era de certa forma aguardada, depois que o secretário de Óleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Pietro Mendes, também não passou na avaliação do comitê. Em decisão já publicada, o Cope apontou que Mendes só poderia assumir o cargo se renunciasse ao posto no ministério, diante de possível conflito de interesses previsto na Lei das Estatais.

A decisão do comitê sobre Cruz, entretanto, ainda passará pela avaliação do Conselho de Administração, que poderá seguir ou não a avaliação do órgão interno da companhia. Uma das fontes acrescentou que a reunião do conselho com esse fim poderá ocorrer na próxima semana.

Procurada, a Petrobras disse que não iria comentar.

Efrain é um dos oito indicados pelo governo ao colegiado da companhia, que ainda está formado por pessoas nomeadas pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Há ainda três candidatos suplementares apontados pelo atual governo, que poderão entrar em cena caso as primeiras opções sejam impedidas.

Nesta semana, Victor Saback, um dos nomes que já haviam tido pareceres positivos pelo Cope e pelo conselho, assumiu como novo secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia. A Petrobras ainda não se manifestou se isso poderá ser um impedimento.

A renovação do conselho está prevista para ocorrer em 27 de abril, em Assembleia Geral de acionistas.

(Por Marta Nogueira e Rodrigo Viga Gaier)