IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

BAE Systems testará veículo de combate CV90 no Brasil antes de possível decisão de compra

14/04/2023 18h54

Por Gabriel Araujo

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A BAE Systems está agendando um teste de seu veículo de combate blindado CV90 no Brasil ainda este ano, disse à Reuters um executivo da empresa, que busca fornecer informações sobre o produto às Forças Armadas antes de uma possível decisão de compra.

O vice-presidente da BAE para criação de mercados internacionais nas Américas, Marc Collins, disse que a empresa está conversando com a indústria local e o Exército sobre o "possível projeto futuro", que poderia levar à substituição dos atuais tanques do Brasil.

A empresa, com sede no Reino Unido, tem destacado o conteúdo local que poderia oferecer no CV90 a pedido do cliente, incluindo a possibilidade de fabricação e montagem final.

"Os projetos que buscamos, nós imaginamos que sejam feitos no Brasil, para o Brasil, em cooperação ou liderados pela indústria brasileira", disse Collins em entrevista no evento de defesa e segurança LAAD, no Rio de Janeiro, onde a BAE exibiu o veículo por meio de realidade virtual.

Um próximo teste esperado ainda para este ano mostrará o CV90 em ação no solo, disse Collins, acrescentando que a empresa está coordenando a vinda do veículo ao Brasil para demonstrações de mobilidade e tiro.

Ainda não está claro quando o Brasil poderá substituir qualquer modelo de sua frota atual de tanques, que inclui os Guarani e Cascavel de produção nacional e veículos blindados de transporte de pessoal como o norte-americano M113.

Um porta-voz da BAE disse que a empresa apresentou o CV90 para o Brasil "caso haja um requisito para tal capacidade no futuro".

A Suécia, onde o veículo é fabricado, é a maior operadora do CV90. Entre outros operadores estão Holanda, Suíça, Noruega, Finlândia, Dinamarca e Estônia.

"Vemos a oportunidade potencial aqui no Brasil como positiva o suficiente para que estejamos dispostos e interessados em trazer o veículo para demonstrá-lo", disse Collins.