IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Vale define diretora de Sustentabilidade da unidade de Metais de Transição Energética

18/04/2023 17h28

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A mineradora Vale anunciou nesta terça-feira que Emily Olson será a líder da Diretoria de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos do negócio de Metais de Transição Energética (Metais Básicos), a partir de 24 de abril.

O movimento vem em meio à decisão da mineradora de separar a unidade de metais básicos da Vale, transformando-a em um negócio autônomo, como parte de um amplo movimento que visa destravar valor da área, em meio a perspectivas de aumento da demanda global por níquel, cobre e outros metais, para a fabricação de baterias para carros elétricos.

Segundo a empresa, Olson vai conduzir o desenvolvimento e a execução de estratégias de sustentabilidade, relações governamentais e comunicação, além de desempenhar papel fundamental no posicionamento do negócio autônomo de metais básicos como uma plataforma de metais de transição global.

Formada em ciências políticas pela Loyola University of Chicago, com mestrado em estratégia internacional e diplomacia pela London School of Economics, Olson tem quase 20 anos de experiência em cargos de liderança sênior em empresas globais de mineração.

A Vale ainda não detalhou ao mercado como se dará a gestão dessa unidade autônoma de metais básicos. Em dezembro, em encontro com analistas em Nova York, a empresa afirmou que a divisão deveria passar a ser gerida por um conselho de administração, cujo modelo deveria ser apresentado no primeiro semestre de 2023.

A empresa também está em conversas com investidores no mercado para a possível venda de 10% da unidade de metais básicos.

Em publicação recente no LinkedIn, o diretor de Comunicação da Vale, Julio Gama, afirmou que depois de mais de cinco anos à frente da Comunicação Global da companhia iria liderar a comunicação da nova empresa do grupo, "que surgirá em breve focada nos Metais de Transição Energética".

(Por Marta Nogueira)