IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Ibovespa cai mais de 2% com desconfortos sobre arcabouço fiscal e queda de Vale

19/04/2023 17h16

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa caiu mais de 2% nesta quarta-feira, com postura mais cautelosa de investidores frente à nova proposta de arcabouço fiscal, e diante de queda das ações da Vale após a mineradora registrar vendas de minério de ferro abaixo do esperado no primeiro trimestre.

Petrobras e Itaú Unibanco também foram pesos negativos ao índice. Na ponta contrária, Sabesp e Embraer foram as principais influências positivas.

O Ibovespa fechou em queda de 2,12%, a 103.912,94 pontos. O volume financeiro somou 24,2 bilhões de reais.

Agentes financeiros foram digerindo ao longo da sessão o texto oficial da proposta de arcabouço fiscal enviada ao Congresso.

Ainda que diversos economistas de bancos nacionais e estrangeiros tenham destacado que o texto oficial trouxe poucas mudanças em relação à apresentação das diretrizes gerais da regra, cerca de 20 dias atrás, alguns incômodos se sobressaíram na sessão.

"(O arcabouço) Acabou frustrando as expectativas", disse Felipe Moura, sócio e analista da Finacap Investimentos, acrescentando que a impressão é de que o governo "afrouxou um pouco" a regra.

Entre os pontos citados por analistas, estão as exceções ao arcabouço (algumas que já estavam no teto de gastos), o fato de o descumprimento da meta não configurar infração legal e a falta de clareza sobre como o governo elevará a arrecadação para cumprir a regra.

Neste sentido, o governo ter recuado na véspera e mantido a isenção de imposto para encomendas internacionais de até 50 dólares entre pessoas físicas, medida com a qual o Ministério da Fazenda espera aumento de 8 bilhões de reais na arrecadação, pesou adicionalmente sobre a confiança dos investidores.

Um movimento de aversão a risco no exterior, em especial pela manhã, também impactou os mercados, após declarações de membros do Federal Reserve, na véspera, indicando juros altos por mais tempo, e forte leitura de inflação na Inglaterra, bem como balanços corporativos mistos.

Os principais índices em Wall Street, no entanto, melhoram posteriormente e fecharam quase estáveis.

DESTAQUES

- VALE ON caiu 2,92%, a 76,25 reais, após divulgar alta de 5,8% na produção de minério de ferro no primeiro trimestre ante igual período de 2022, enquanto as vendas do fino da commodity recuaram 10,6%, dado que foi destacado negativamente por analistas. Apesar disso, a Vale manteve seu plano anual de comercializações inalterados. A queda no minério de ferro em bolsas da Ásia após planejador estatal da China emitir outro alerta sobre os preços também pressionou as ações da mineradora.

- MAGAZINE LUIZA ON cedeu 8,19%, a 3,25 reais, enquanto VIA ON perdeu 6,74%, a 1,80 real. Setores cíclicos como um todo tiveram um desempenho ruim, diante da abertura do juros futuros, impactados pelas preocupações fiscais e cenário externo. O varejo ainda tem de pano de fundo o fato de o governo ter voltado atrás na véspera com sua proposta de acabar com a isenção de encomendas internacionais entre pessoas físicas, o que tenderia a beneficiar as empresas locais.

- PETROBRAS PN recuou 3,21%, a 26,51 reais, com queda do petróleo. O contrato tipo Brent caiu 2% devido à alta do dólar e temores de que maior elevação dos juros no Estados Unidos possa reduzir a demanda pela commodity. Além disso, investidores mantinham no radar notícias sobre as conversas da estatal junto ao Cade em relação a seu programa de desinvestimentos.

- ITAÚ UNIBANCO PN teve queda de 1,58%, a 25,53 reais, e BRADESCO PN perdeu 1,83%, a 13,39 reais. No setor financeiro, BTG PACTUAL UNIT recuou 3,07%, a 22,43 reais.

- EMBRAER ON avançou 0,83%, a 20,76 reais, sendo uma das poucas altas do índice. De pano de fundo, o jornal Valor Econômico disse que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será mais atuante na empresa. A reportagem cita Natália Dias, diretora da área de mercado de capitais e finanças sustentáveis do banco de fomento.

- ORIZON ON, que não está no Ibovespa, cedeu 7,16%, a 33,6 reais, após anunciar oferta de ações de 456 milhões de reais, considerando o preço de segunda-feira.

- DASA ON, que também não está no Ibovespa, fechou com declínio de 13,09%, a 6,97 reais, após a empresa precificar oferta primária de ações a 8,50 reais cada papel, contra 8,02 reais no fechamento de terça-feira, levantando cerca de 1,67 bilhão de reais.