IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Economia alemã provavelmente cresceu no 1º tri e superou expectativas, diz BC

24/04/2023 10h54

FRANKFURT (Reuters) - brs

A economia alemã deve ter expandido no último trimestre com uma recuperação na produção industrial, disse o banco central do país em um relatório mensal nesta segunda-feira, revisando sua previsão anterior de uma pequena contração.

A maior economia da zona do euro teve problemas durante grande parte do ano passado, com os preços muito altos da energia pesando sobre seu vasto setor industrial, mas uma modesta recuperação está em andamento desde que os preços do gás recuaram, aumentando as expectativas de que uma recessão possa ser evitada.

"A economia alemã teve um desempenho melhor no primeiro trimestre de 2023 do que o esperado há um mês e é provável que a atividade tenha se recuperado um pouco", disse o Bundesbank. "A indústria se recuperou mais fortemente do que o esperado."

O leve otimismo do Bundesbank é consistente com uma série recente de dados, que apontam para uma leve recuperação após contração de 0,4% no quarto trimestre, mesmo que o crescimento possa permanecer abaixo da tendência por algum tempo.

A queda dos preços do gás apoiou as indústrias de uso intensivo de energia, enquanto os gargalos na oferta continuaram diminuindo, a demanda por carros aumentou e a construção também teve um impulso, mesmo que isso se deva em parte ao clima ameno.

As encomendas industriais também aumentaram recentemente, o que pode sugerir que a demanda por bens manufaturados ultrapassou seu ponto mais baixo cíclico, disse o banco central.

O emprego elevado também deve continuar sustentando o consumo, e o desemprego deve cair ligeiramente no próximo mês, acrescentou o banco.

Mas as perspectivas ainda são mistas, já que a inflação continua pesando sobre o consumo e a reversão das pressões sobre os preços subjacentes ainda não chegou aos consumidores.

Ainda assim, é provável que o crescimento dos preços continue diminuindo e, mesmo que o núcleo da inflação permaneça elevado por algum tempo, a inflação de serviços deve diminuir lentamente, acrescentou o Bundesbank.

(Por Balazs Koranyi)