IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Governo está preparado para embate político sobre 8 de janeiro no Congresso, diz Padilha

24/04/2023 12h28

Por Eduardo Simões

(Reuters) - O ministro das Relações institucionais, Alexandre Padilha, disse nesta quinta-feira que o governo federal está preparado para o embate político no Congresso sobre os atos antidemocráticos de 8 de janeiro em Brasília, em resposta à divulgação de novos vídeos sobre o ocorrido no fim de semana.

Em entrevista à GloboNews, Padilha disse ainda que, caso uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) seja criada para investigar os ataques às sedes dos Três Poderes, o governo escalará parlamentares com experiências nesse tipo de comissão para, em suas palavras, destruir a "narrativa terraplanista" de que vítimas dos ataques são responsáveis pelos atos, em meio à difusão entre membros da oposição sobre a corresponsabilidade de autoridades governamentais.

"Estaremos preparados para o embate político que haverá no Congresso. Na nossa opinião, a apuração dos atos terroristas está sendo feita pelo Judiciário, pela Polícia Federal, pela AGU e vamos continuar impulsionando essa ação", disse.

"E vamos sim fazer o embate político, destruir essa narrativa terraplanista que segmentos da oposição tentam fazer querendo dizer que as vítimas dos atos terroristas --que foi a democracia, foi o Congresso, foi o Judiciário, foi o Executivo-- são os responsáveis. Então nós vamos fazer o enfrentamento sim, caso seja instalada a CPMI, caso ela seja lida nesta semana na sessão do Congresso", acrescentou.

Padilha reuniu-se nesta manhã no Palácio do Planalto com os líderes do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), e no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), para, segundo o ministro, debater as prioridades do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em viagem oficial a Portugal, no Congresso para esta semana.

Ele confirmou que a possibilidade da instalação de uma CPMI sobre os ataques de 8 de janeiro também fez parte da pauta do encontro e assegurou que o governo indicará parlamentares experientes para compor a comissão.

"Se for lida a instalação da CPMI no Congresso, nós estamos preparando sim um time forte, experiente, que tem experiência em CPIs, que já acompanharam outras CPIs. Nós temos tanto no Senado quanto na Câmara parlamentares extremamente experientes e que vão, caso instalada, trabalhar fortemente, nós vamos estar acompanhando, para botar uma pá de cal nesta teoria terraplanista."