IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Minério de ferro cai com preocupações sobre queda na demanda

28/04/2023 08h02

Por Amy Lv e Dominique Patton

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Cingapura e Dalian caíram nesta sexta-feira, com o mercado preocupado com a queda na demanda causada por uma redução persistente na produção entre algumas siderúrgicas chinesas deficitárias.

Algumas usinas no noroeste, norte e centro da China implementaram manutenção nos altos-fornos como parte dos esforços para reduzir as perdas, de acordo com a consultoria Mysteel.

O minério de ferro de referência para junho na Bolsa de Cingapura caiu 0,45%, para 100,75 dólares a tonelada, a menor cotação desde 25 de abril, quando quase quebrou o limite "psicológico" de 100 dólares a tonelada.

O minério de ferro mais negociado para setembro na Dalian Commodity Exchange (DCE) encerrou as negociações diurnas com queda de 0,97%, a 714 iuanes (103,12 dólares) a tonelada, depois de ver brevemente um aumento de 1,6% no dia anterior.

"A demanda foi um tanto reprimida por manutenções (de alto-forno) entre algumas usinas; mas é normal ver o preço (do minério de ferro) se recuperar até certo ponto no curto prazo em meio a estoques relativamente baixos (nas usinas)", disse a Huatai Futures em uma nota, acrescentando que a pressão baixista persistirá no longo prazo.

Algumas usinas no principal centro de produção de aço da China, Tangshan, deram início à proposta de reduzir os preços de aquisição de coque em mais 100 iuanes por tonelada em 27 de abril, disse a Mysteel em um relatório, acrescentando que isso marcou a quinta rodada de queda no preço do coque em abril.

"Ainda não é o fim, e esperamos ver mais algumas rodadas de quedas no preço (do coque) à frente", disse um analista de matérias-primas siderúrgicas de Xangai.

Maior siderúrgica listada na China, a Baoshan Iron & Steel Co divulgou na quinta-feira uma queda de 50,6% no lucro líquido do primeiro trimestre devido aos altos preços das matérias-primas e à demanda mais fraca.

Os mercados na China estarão fechados de 1º a 3 de maio por causa de um feriado.

(Por Amy Lv e Dominique Patton em Pequim)