IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Braskem diz que taxa de utilização das centrais petroquímicas no Brasil foi de 77% no 1º tri

02/05/2023 20h25

SÃO PAULO (Reuters) - A Braskem informou nesta terça-feira, por meio de fato relevante, que a taxa média de utilização das centrais petróquímicas no Brasil foi de 77% no primeiro trimestre do ano, o que representa uma queda de 9 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2022, mas uma elevação de 5 pontos percentuais ante o quarto trimestre do ano passado.

Conforme a petroquímica, a queda na comparação anual ocorreu em função da adequação da produção frente à menor demanda no período.

Já a taxa média de utilização das plantas de polipropileno (PP) nos EUA e na Europa foi de 81% no primeiro trimestre de 2023, uma queda de 7 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado. Houve alta de 6 pontos percentuais em relação ao quarto trimestre de 2022.

A queda anual na taxa de utilização ocorreu, conforme a companhia, para adequar o volume de produção à demanda explicada "pelas incertezas econômicas nos Estados Unidos; e pelo cenário econômico e contexto geopolítico global refletido em níveis historicamente elevados de inflação na Europa".

A companhia informou ainda que a taxa de utilização das plantas de polietileno (PE) no México foi de 72% nos primeiros três meses deste ano, uma queda de 9 pontos percentuais em relação ao mesmo intervalo do ano passado. Na comparação com o quarto trimestre de 2022, houve alta de 3 pontos percentuais.

O fato relevante também registrou que o volume de vendas de resinas no mercado brasileiro caiu 0,1% no primeiro trimestre deste ano, ante o mesmo período de 2022. Na comparação com o quarto trimestre de 2022, houve alta de 3%.

(Reportagem de André Romani e Fabrício de Castro)