IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Inflação na zona do euro pode se manter acima da meta, mostra]- pesquisa do BCE

05/05/2023 08h36

FRANKFURT (Reuters) - A inflação da zona do euro pode ser menor nos próximos anos do que o esperado anteriormente, mas pode ficar acima da meta de 2% do Banco Central Europeu, mostrou a Pesquisa de Analistas Profissionais do banco na sexta-feira.

O BCE elevou os juros em cada uma de suas últimas sete reuniões e prometeu ainda mais aperto para combater o crescimento descontrolado dos preços, com as autoridades cada vez mais preocupadas com o fato de que o aumento das pressões dos preços subjacentes poderia manter a inflação persistente nos próximos anos.

A pesquisa trimestral, uma informação importante nas deliberações de política monetária, agora estima a inflação em 2023 em 5,6%, abaixo dos 5,9% esperados três meses atrás, enquanto a projeção de 2024 foi reduzida para 2,6%, de 2,7%.

Mas a leitura para 2025, o último ano nas projeções do próprio BCE, subiu de 2,1% para 2,2% e o dado de “prazo mais longo”, que se refere a 2027, manteve-se em 2,1%.

As expectativas para a inflação subjacente foram elevadas apenas para 2023, no entanto, e todas as projeções futuras permaneceram inalteradas, incluindo a leitura de 2% no "longo prazo".

Falando depois que o BCE elevou os juros em 25 pontos-base, para 3,25%, na quinta-feira, a presidente do BCE, Christine Lagarde, disse que mesmo que a maioria das medidas de expectativas de inflação de longo prazo esteja em torno de 2%, alguns indicadores subiram e justificam monitoramento contínuo.

A projeção de crescimento da pesquisa para 2023 foi elevada para 0,6%, mas permanece muito abaixo da expectativa de 1% do próprio BCE, enquanto a estimativa para 2024 foi reduzida de 1,4% para 1,2%, sugerindo um crescimento morno nos próximos anos.

(Reportagem de Balazs Koranyi)