IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Ibovespa tem oscilação discreta em dia com opções; Magalu sobe

19/05/2023 11h23

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa tinha oscilações discretas nesta sexta-feira, marcada por vencimento de opções sobre ações na bolsa paulista, com Magazine Luiza entre as maiores altas enquanto BB Seguridade figurava entre os destaques negativos.

Na pauta doméstica, o IBC-Br, sinalizador do PIB calculado pelo Banco Central, recuou 0,15% em março em relação ao mês anterior, mostrou dado dessazonalizado, menos do que a expectativa em pesquisa da Reuters de retração de 0,30%.

Às 11h17, o Ibovespa subia 0,18%, a 110.304,69 pontos, acumulando até o momento uma alta de 1,7% na semana. O volume financeiro somava 5,8 bilhões de reais.

"O Ibovespa segue em tendência de alta no curto prazo em direção ao primeiro objetivo em 110.500 pontos. Acima deste, o movimento de subida deverá continuar em direção aos 114.900 pontos", afirmaram em relatório analistas do Itaú BBA.

De acordo com a análise técnica, do lado da baixa, uma realização de lucros deve ocorrer somente se o índice perder o suporte inicial em 108.000 pontos.

Nos Estados Unidos, os pregões também tinham variações modestas, com as atenções voltadas às negociações envolvendo um aumento do teto da dívida norte-americana. O S&P 500 subia 0,3% e o Nasdaq tinha acréscimo de 0,1%.

DESTAQUES

- MRV&CO ON tinha elevação de 5,25%, a 9,62 reais, em sessão positiva para o setor imobiliário.

- MAGAZINE LUIZA ON subia 5,08%, a 3,72 reais, em mais um dia de recuperação após fortes perdas nos primeiros pregões da semana, particularmente o tombo de mais de 20% na terça-feira após o balanço do primeiro trimestre. VIA ON valorizava-se 4,48%.

- MINERVA ON avançava 3,39%, a 10,06 reais, em mais um pregão de alta, após um começo de semana mais negativo. Analistas do JPMorgan afirmaram em relatório que, apesar dos contratempos do primeiro trimestre, mantêm uma perspectiva otimista para a empresa de 2023.

- BB SEGURIDADE ON caía 2,75%, a 30,46 reais, alcançando quatro quedas nos últimos cinco pregões e ampliando as perdas desde a divulgação do balanço no começo da semana.

- ITAÚ UNIBANCO PN recuava 1,59%, a 26,66 reais, pressionando negativamente, enquanto BRADESCO PN subia 0,89%, a 15,84 reais, oferecendo algum contrapeso.

- PETROBRAS PN avançava 0,74%, a 26 reais, em dia de alta dos preços do petróleo no exterior, enquanto agentes financeiros seguem monitorando a questão envolvendo a exploração de petróleo na foz do Amazonas e avaliando a nova política de preços da companhia.

- VALE ON cedia 0,43%, a 69,68 reais, em dia de queda dos futuros de minério de ferro na Ásia. O contrato mais negociado na Dalian Commodity Exchange, na China, fechou as negociações do dia em queda de 1,4%.