PayPal recebe aval para fornecer atividades relacionadas a criptoativos no Reino Unido

Por Huw Jones

LONDRES - O PayPal foi registrado para oferecer atividades relacionadas a criptoativos no Reino Unido, informou nesta quarta-feira a Autoridade de Conduta Financeira (FCA, na sigla em inglês) britânica em seu site, à medida que a gigante global de meios de pagamentos constrói uma base pós-Brexit na região.

Enquanto o mercado de cripto britânico aguarda suas primeiras regras, as empresas que desejam oferecer criptoativos precisam demonstrar à FCA que possuem salvaguardas adequadas contra o uso desses ativos para lavagem de dinheiro ou financiamento ao terrorismo.

O órgão regulador também implementou medidas mais rígidas para a publicidade de criptoativos, o que afetou concorrentes como a Binance.

O PayPal, que lançou a compra e venda de criptomoedas em 2021, anunciou em agosto que estava temporariamente suspendendo a capacidade dos clientes no Reino Unido de comprar criptoativos a partir de 1º de outubro e esperava retomar o serviço no início de 2024.

O PayPal informou nesta quarta-feira que a FCA aprovou a companhia como uma instituição autorizada de dinheiro eletrônico e empresa de crédito ao consumidor, bem como seu registro como empresa de criptoativos, embora os serviços relativos a criptomoedas no Reino Unido continuem suspensos conforme anunciado anteriormente.

As aprovações significam que, a partir de 1º de novembro, os clientes do PayPal no Reino Unido serão transferidos para uma nova entidade sediada no Reino Unido, em vez do PayPal Europe, que até então atendia os clientes do Reino Unido, refletindo a saída do Reino Unido da União Europeia.

"O PayPal continua oferecendo aos nossos clientes os mesmos produtos e serviços no Reino Unido", afirmou a empresa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes