Ações começam semana em alta com avanço de bancos italianos e da Siemens Energy

Por Ankika Biswas e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - As ações europeias subiram em um rali generalizado nesta segunda-feira, com investidores aguardando uma série de dados ao longo da semana para esclarecer as perspectivas econômicas enquanto os principais bancos centrais defendem políticas monetárias restritivas.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,75%, a 446,62 pontos, depois de registrar seu maior declínio em um único dia em três semanas na sexta-feira, com uma queda de 1%.

A queda ocorreu após comentários do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, que moderaram a confiança dos investidores na noção de que os juros atingiram um pico.

O foco agora está nos dados de inflação, incluindo dos EUA e da zona do euro ao longo da semana.

"Os mercados estão tendo a sensação de que o Fed está bem dependente dos dados. Eles querem ver o impacto dos aumentos anteriores dos juros sobre a economia, cuja extensão total levará algum tempo para ser vista", disse Daniela Hathorn, analista sênior de mercado da Capital.com.

Os investidores também estão atentos à reunião do presidente dos EUA, Joe Biden, com o presidente chinês, Xi Jinping, nesta semana, durante a cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico em San Francisco.

Os mercados pareceram minimizar o risco de uma paralisação do governo dos EUA poucos dias antes do prazo, no final desta semana, para acertar o financiamento público, e após o corte da Moody's na perspectiva da recomendação de crédito dos EUA de "estável" para "negativa".

Enquanto isso, os bancos italianos subiram 2,8%, com o salto de 8,6% do Monte dei Paschi (MPS)  depois que a Fitch, na sexta-feira, o elevou para "BB" com perspectiva estável e o Deutsche Bank elevou sua recomendação de "manter" para "comprar"  nesta segunda-feira.

Continua após a publicidade

Ações de energia subiram 1,3%, com a Siemens Energy em alta de 6,0% na liderança dos ganhos, depois de fontes afirmaram que a empresa apresentará um acordo de bilhões de euros em garantias relacionadas a projetos apoiados pelo governo alemão na quarta-feira.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,89%, a 7.425,83 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,73%, a 15.345,00 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,60%, a 7.087,06 pontos.  

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,48%, a 28.925,26 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,96%, a 9.461,70 pontos.

Continua após a publicidade

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,79%, a 6.300,67 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes