XP tem lucro líquido de R$1,1 bi no 3° tri, alta de 5% ano a ano

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - A XP registrou lucro líquido de 1,1 bilhão de reais no terceiro trimestre, aumento de 5% ante a mesma etapa do ano anterior, com crescimento de receita e de margem, conforme balanço divulgado nesta segunda-feira.

A receita líquida da empresa ficou em 4,13 bilhões de reais no trimestre, alta de 14% ano a ano. Analistas, em média, esperavam receita de 3,84 bilhões de reais, com base em dados da LSEG.

Em termos brutos, a receita do varejo, principal operação da empresa, subiu 21% ano a ano, performance atribuída pela XP aos crescimentos em renda fixa e cartões.

A receita bruta do segmento de grandes empresas e mercado de capitais avançou 19% ano a ano, enquanto a receita do segmento institucional caiu 33%, com a XP citando forte base de comparação pelo aumento de demanda por hedge no período que antecedeu as eleições no ano passado.

A XP já havia divulgado no final de outubro a prévia operacional do terceiro trimestre, com alta de 38% na entrada líquida de recursos de clientes, para 48 bilhões de reais, ante o mesmo período do ano anterior.

A companhia publicou nesta segunda-feira um lucro antes de impostos (Ebt) de 1,2 bilhão de reais para o trimestre encerrado em setembro, elevação de 18% na base anual, com margem de 28%, contra 27,2% um ano antes.

As despesas administrativas gerais da XP subiram 3%, para 1,5 bilhão de reais, enquanto as despesas com pessoal recuaram 1%, a 1 bilhão de reais, ambas na base anual.

(Edição de Patrícia Vilas Boas)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes