GM compra fornecedora de "gigacasting" chave da Tesla

Por Norihiko Shirouzu

AUSTIN (Reuters) - Se não pode vencê-los, compre-os.

Durante anos, uma empresa pouco conhecida chamada Tooling & Equipment International (TEI) ajudou a Tesla a expandir as fronteiras do chamado “gigacasting”, processo que funde grandes partes de carros em uma peça, economizando tempo e dinheiro, do qual foi pioneira.

Até 2023, quer dizer. A TEI agora faz parte da General Motors após fechar um acordo que pode ter escapado do radar, mas é uma parte crucial da estratégia da montadora norte-americana para recuperar terreno em relação à Tesla, disseram quatro pessoas com conhecimento da transação.

Ao comprar um especialista em técnicas de fundição em areia que acelerou o desenvolvimento dos moldes de gigacasting da Tesla e a permitiu fundir componentes mais complexos, a GM começou seu próprio esforço de fabricar carros de maneira mais barata e eficiente, no momento em que a Tesla corre para lançar seu veículo elétrico de 25.000 dólares, disseram as pessoas.

Sem a TEI, a Tesla está dependendo mais das outras três especialistas em fundição que usou em Reino Unido, Alemanha e Japão para desenvolver enormes moldes necessários para os milhões de veículos elétricos mais baratos que planeja fabricar na próxima década, afirmaram as fontes.

Ao mesmo tempo, a Tesla sofre para encontrar outro especialista em fundição em areia para o lugar da TEI, ou até desenvolver esse tipo de conhecimento internamente para reduzir sua dependência de fornecedores externos, disseram.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora