Principal tribunal da França exige novo julgamento sobre multa de US$2 bi da UBS

Por Tassilo Hummel e Mathieu Rosemain e Noele Illien

PARIS (Reuters) - O principal tribunal da França decidiu nesta quarta-feira que um novo julgamento sobre uma multa de 1,8 bilhão de euros (1,95 bilhão de dólares) contra a UBS precisará ser realizado, em caso no qual a instituição supostamente executou serviços bancários ilegais e lavagem de dinheiro no país.

O tribunal, que também manteve o veredito de culpado contra o banco, disse que um novo julgamento teria que ser realizado na corte de apelação de Paris para determinar uma nova multa, se houver alguma.

A decisão reverte e anula a conclusão da Corte de Apelações de Paris em 13 de dezembro de 2021, mas apenas dentro do escopo de punições e interesses civis. Todas as outras disposições foram expressamente mantidas, disse o tribunal.

A decisão da Cour de Cassation, a corte mais alta França, significa que o veredito de culpado da UBS é definitivo.

A decisão mais uma vez aumenta a incerteza em torno da multa ao banco suíço, que tentou reverter o veredito e a sanção por ter supostamente persuadido clientes franceses ricos a esconderem fundos não declarados em contas do banco suíço entre 2004 e 2012.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes