Índices de ações caem mais de 1% na Europa com comentários duros do BCE e decepção com China

Por Shristi Achar A e Shashwat Chauhan

(Reuters) - Os índices de ações europeus caíram nesta quarta-feira, uma vez que comentários mais "hawkish" (agressivos contra a inflação) de autoridades do Banco Central Europeu (BCE) atenuaram as expectativas de cortes da taxa de juros, enquanto dados econômicos decepcionantes da China prejudicaram ainda mais o sentimento dos investidores.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 1,13%, a 467,71 pontos, atingindo o menor nível em mais de seis semanas durante o dia e registrando sua maior queda percentual em um único dia desde outubro.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a instituição estava no caminho certo para levar a inflação de volta à sua meta de 2%, mas que a vitória ainda não havia sido conquistada. Já o chefe do banco central holandês, Klass Knot, disse que os participantes do mercado estavam se precipitando ao precificar a flexibilização monetária.

Embora uma pausa nos aumentos da taxa de juros esteja praticamente precificada para a próxima reunião, este mês, os mercados ainda estimam um total de cortes de 1,50 ponto percentual nos juros este ano. [0#ECBWATCH]

Todos os principais índices setoriais de ações registraram quedas, com o setor imobiliário, que é sensível aos juros, com o pior desempenho, com baixa de 2,8%, registrando seu pior declínio percentual em um único dia em mais de dois meses.

Enquanto isso, os dados mostraram que a taxa de crescimento econômico da China para o quarto trimestre não atendeu às expectativas do mercado, favorecendo o movimento de fuga do risco.

As mineradoras de metais básicos e preciosos também caíram 2,0%, prejudicadas pelos preços fracos do cobre e do ouro. [MET/L] [GOL/]

Já em relação aos dados econômicos, uma leitura mostrou que a inflação da zona do euro foi de 2,9% em dezembro, em uma base anual.

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,48%, a 7.446,29 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,84%, a 16.431,69 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,07%, a 7.318,69 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,79%, a 30.098,86 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,26%, a 9.867,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,44%, a 6.322,80 pontos.

Continua após a publicidade

((Tradução Redação Brasília)) REUTERS VB FDC

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes