Petróleo tem leve queda com mais oferta nos EUA e outros países

Por Laila Kearney

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo caíram nesta terça-feira, com os investidores se concentrando na recuperação da produção de petróleo em partes dos EUA, juntamente com o aumento da oferta na Líbia e na Noruega, em detrimento dos riscos para a oferta representados pelo conflito na Europa e no Oriente Médio.

O petróleo Brent fechou a 79,55 dólares o barril, queda de 0,51 dólar, ou 0,6%. O petróleo West Texas Intermediate (WTI) dos Estados Unidos fechou a 74,37 dólares o barril, queda de 0,39 dólar, ou 0,5%.

Na Dakota do Norte, o terceiro maior Estado produtor de petróleo dos EUA, parte da produção de petróleo voltou a operar após paralisação devido ao frio extremo, segundo informações oficiais. No entanto, a produção ainda caiu em até 300 mil bpd.

A fraqueza persistente na demanda por gasolina nos EUA também atingiu os preços do petróleo, disse John Kilduff, sócio da Again Capital LLC.

O aumento da produção em outros lugares pressionou ainda mais os preços.

A produção de petróleo da Noruega aumentou para 1,85 milhão de barris por dia (bpd) em dezembro, acima dos 1,81 milhão de bpd do mês anterior e superando as previsões dos analistas de 1,81 milhão de bpd, de acordo com dados oficiais do país.

Na Líbia, a produção no campo de petróleo de Sharara, de 300 mil bpd, foi reiniciada em 21 de janeiro, após o fim dos protestos que paralisaram a produção desde o início deste mês.

(Reportagem adicional de Robert Harvey e Noah Browning em Londres, e Emily Chow e Trixie Yapp em Cingapura)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes