Previsão fraca de receita da Visa para 2º tri ofusca lucro e ações caem

(Reuters) - A Visa previu uma receita para o segundo trimestre abaixo das estimativas do mercado nesta quinta-feira, ofuscando um relatório de lucros otimista que foi impulsionado pelos clientes que passaram seus cartões de crédito para grandes compras durante o período de compras de fim de ano e viagens.

As ações da maior processadora de pagamentos do mundo caíram 2,7% em uma negociação volátil, depois que a empresa previu um aumento de "um dígito médio superior a alto" na receita líquida do segundo trimestre.

Em média, os analistas esperavam um aumento de 12,1%, de acordo com dados da LSEG.

As perspectivas para as empresas de pagamentos foram prejudicadas pelas preocupações de que a desaceleração da economia e as altas taxas de juros continuarão a pressionar as carteiras dos consumidores, principalmente os de baixa renda.

Dados econômicos recentes também mostram que a inflação nos EUA começou a se moderar, uma tendência que normalmente prejudica as empresas de cartões, que cobram uma porcentagem sobre o valor em dólares das transações.

O volume de pagamentos aumentou 8% no primeiro trimestre em uma base de dólar constante.

O lucro ajustado de 2,41 dólares por ação superou as expectativas dos analistas de 2,34 dólares.

(Reportagem de Manya Saini em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes